Jogadores não entram em campo e Figueirense perde por WO

Um fato inusitado marcou a 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro nesta terça-feira. Em forma de protesto por causa de salários atrasados, os jogadores do Figueirense não entraram em campo contra o Cuiabá, para o jogo que estava agendado às 21h30, na Arena Cuiabá. Por isso, o time perdeu por WO. A equipe mato-grossense, por sua vez, venceu o duelo por 3 a 0 e ficou com os três pontos.

O elenco do Figueira está com os direitos de imagem atrasados desde maio, enquanto os salários não caem na conta desde junho. O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos jogadores também não tem sido recolhido.

ENTENDA A NOITE DO FIGUEIRENSE

No início da noite desta terça feira, Felipe Rino, advogado do plantel alvinegro, por meio de nota, comunicou que o elenco havia decidido pelo WO.

– No final da noite foi aberto diálogo entre o jurídico do clube, mas sem avanços. Não houve o cumprimento de nenhuma das exigências dos atletas (pagamento dos salários e Imagem dos atletas, salários de atletas da base, funcionários do clube). Os atletas já confirmaram que não irão para o jogo – informou Rino.

JOGADORES DEIXAM O HOTEL

De acordo com o ‘Globoesporte’, cerca de uma hora antes da partida, antes irredutíveis quanto a deixar o hotel aonde estavam hospedados, em Cuiabá, os jogadores do Figueira seguiram para a Arena Pantanal. A possibilidade de WO, portanto, seria reanalisada nos vestiários do estádio.

À ‘CBN Diário’, o advogado Felipe Rino deu nova declaração:

– Os atletas estão a caminho do estádio, mas acredito que não vão entrar em campo. A diretoria-executiva não aceitou assinar um termo de comprometimento para pagar tudo até o dia 28, mediante à punição caso não cumpra.

HINO NACIONAL TOCA SEM O FIGUEIRENSE

De acordo com o advogado Felipe Rino, os jogadores aqueceram nos vestiários enquanto aguardavam a assinatura do termo de compromisso pela diretoria do Figueirense. O Cuiabá, por sua vez, aqueceu normalmente em campo e perfilou-se antes das 21h30. O hino nacional foi executado sem a presença dos catarinenses.

CONFIRMAÇÃO DO WO

A 15 minutos das 22h, prazo final para a entrada da equipe em campo, veio a confirmação: sem acordo com o comando do Figueira, os atletas deixaram o vestiário direto para o ônibus. A bola não rolaria em Cuiabá.

DESDOBRAMENTOS

Dessa forma, o clube de Florianópolis deve ir a julgamento no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pela denúncia no Artigo 203 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que trata de “deixar de disputar, sem justa causa, partida”. Neste caso, corre o risco de ser multado de R$ 100 a R$ 100 mil, além ser declarado perdedor por 3 a 0.

O QUE DISSE O FIGUEIRENSE

O clube catarinense divulgou nota para explicar que o WO foi motivado exclusivamente por decisão dos jogadores. Confira:

“O Figueirense Futebol Clube comunica que a decisão de promover o W.O. na partida da Série B do Campeonato Brasileiro desta terça-feira, 20 de agosto, contra o Cuiabá, em Mato Grosso, é exclusiva dos jogadores profissionais relacionados para o confronto.

Vale ressaltar que a comissão técnica se apresentou normalmente para a disputa e o setor de logística do Alvinegro promoveu todos os procedimentos prévios para entrada em campo dos atletas.”

21/08/2019